5 dicas que vão melhorar a vida do Dentista Empreendedor !

dentista empreendedor

18 abr 5 dicas que vão melhorar a vida do Dentista Empreendedor !

Um dentista empreendedor, que cuida da administração do seu próprio consultório tem que ficar bem atento às obrigações fiscais e contábeis exigidas para a manutenção do seu estabelecimento, caso contrário, pode correr riscos muito graves.

Pode ser difícil de acreditar, mas cuidar da gestão do consultório odontológico não é tão complicado quanto pode parecer, porém é necessário ter uma atenção redobrada.

Veja agora algumas dicas sobre este importante tema para o dentista empreendedor que precisa fazer a gestão do consultório odontológico e quer fazer isso sem maiores problemas!

        1-Mantenha contato próximo com seu contador

Geralmente, as obrigações contábeis e fiscais dos consultórios são atribuídas a alguma empresa terceirizada. Essa opção é excelente, porque assim você organiza as finanças de seu consultório odontológico, deixando-as nas mãos de profissionais qualificados.

Algo de extrema importância nesse assunto, é que você mantenha contato frequente com seu contador. O melhor é que você consiga manter uma reunião por mês com ele.

Esse contato é muito útil, pois assim você consegue ter uma visão mais completa da empresa e se protege contra imprevistos ou possíveis mudanças na legislação. Portanto, tenha o contador como seu maior aliado na gestão do seu consultório odontológico.

      2-Encontre o regime tributário ideal para seu consultório

Juntamente com o seu contador verifique qual o regime tributário mais adequado para o seu consutório odontológico.

Hoje em dia, os consultórios odontológicos já conseguem se encaixar no Simples Nacional, por isso, é preciso que o dentista empreendedor analise se está nos critérios da Receita e ver quais são as maiores vantagens para o seu consultório.

A empresa de contabilidade, que é especializada em contabilidade para dentistas, poderá guiar o dentista gestor de uma clínica nos difíceis caminhos da tributação brasileira, encontrando juntos a melhor forma de gerir as finanças da empresa juntamente à menor carga tributária possível dentro dos limites da Lei. Quanto mais transparente, atualizada e simples for a gestão do consultório odontológico, maiores chances ela tem de se manter firme nos trâmites fiscais.

      3-Mantenha-se atualizado com a Receita Federal

Para fazer com que os riscos de autuações fiscais sejam reduzidos, sua assessoria contábil tem o dever de fornecer à Receita Federal todas as declarações acessórias de acordo com o calendário de obrigações estipulado pelo órgão regulador, e ainda manter as seguintes informações constantemente atualizadas sobre:

  • O fluxo financeiro,
  • Balanço Patrimonial
  • E pagamentos de taxas do seu consultório.

Por isso existe uma importância enorme em ter alguém de confiança nesse setor, tornando mínimo qualquer incômodo do Fisco e deixando a rentabilidade da clínica maior do que o esperado.

Dando mais atenção à esse assunto, o dentista empreendedor, que possui seu próprio consultório odontológico, sem dúvida alguma estará reduzindo o risco de passar por transtornos que poderiam colocar o seu empreendimento em riscos, tais como, autuações, multas e dívidas intermináveis.

       4-Evite estes erros na gestão do consultório odontológico

Erros comuns na gestão do consultório odontológico e de microempresas em geral incluem:

  • Inversão de valores das bases de cálculo;
  • Inversão de valores de impostos;
  • Inclusão de receitas isentas em cálculos tributários;
  • Erros na classificação fiscal de produtos e serviços;
  • Aplicação errônea de taxas;
  • Não acompanhamento de leis recentes do setor fiscal

Por isso, mantenha seu consultório odontológico sempre muito bem assessorado por uma empresa contábil de confiança, especializada em contabilidade para dentistas e evite erros como esses que acabam minando os recursos de sua empresa.

       5-Contabilidade

É aqui que entra em destaque o papel do contabilista no processo de educação tributária. O contador é aquele profissional responsável pela geração de informações referentes ao patrimônio da empresa, deixando evidente, de forma clara, a sua situação econômica e financeira.

Dessa maneira, a necessidade não apenas de gerar guias de recolhimento e apurar impostos. O contador é muito importante na gestão de tributos e na gestão financeira de seu consultório odontológico.

E então, como você, dentista empreendedor, têm cuidado da gestão do seu consultório odontológico? Compartilhe a sua experiência conosco nos comentários! E se tiver dúvidas, pode nos contatar ou postar nos comentários também. Temos verdadeira paixão por interagir com você!

Nenhum comentário

Postar um comentário