Algumas perguntas fundamentais sobre as finanças do seu consultório que você deveria saber responder!

Gerir um consultório

06 dez Algumas perguntas fundamentais sobre as finanças do seu consultório que você deveria saber responder!

Gerir um consultório exige do empreendedor bastante organização e informações. Por isso é preciso ter um bom contador especializado em contabilidade para clínicas médicas, saber identificar e desenvolver habilidades além de agir com liderança sobre a equipe, e ter pelo menos um conhecimento básico sobre gestão financeira.

A importância da gestão financeira para as clínicas médicas

Toda clínica médica precisa ter uma gestão financeira eficiente, isso porque é por meio desta que as demandas, controles, e equilíbrio do negócio possuem mais assertividade e sucesso em todas as transações.

Existem algumas perguntas que ajudam o empreendedor, a verificar como andam as finanças da sua clínica médica, são estas:

  • Como estão meus gastos?
  • Como estão minhas aplicações para investimentos?
  • Quais são minhas projeções financeiras a curto, médio e longo prazo?

As responsabilidades em um consultório médico que costuma atender a muitos pacientes são grandes, mas se este, infelizmente possuir uma gestão negativa, isso influenciará diretamente na lucratividade e no fluxo de caixa, por esse motivo é tão importante saber controlar bem as finanças.

Sendo assim, preparamos algumas perguntas e respostas fundamentais sobre as finanças do seu consultório para esclarecer alguma dúvida que você eventualmente venha a ter na gestão do seu negócio.

Como está seu fluxo de caixa?

Você registra todas as movimentações financeiras da sua clínica médica? O fluxo de caixa é uma ferramenta que permite uma maior orientação quanto aos resultados financeiros do negócio, ou seja, seu lucro, prejuízo, crescimento, dentre outros. Agora, você como empreendedor, está sabendo mensurar e prever isso?

Através desse acompanhamento é possível:

  • Projetar gastos e ganhos de acordo com a realidade do negócio.

Outro ponto que merece atenção é sobre o livro caixa que tem a ver com esse rigor e disciplina, já que qualquer dado financeiro que não entre no livro caixa, acaba alterando toda a contabilidade, o que resulta em dados irreais e traz sérios prejuízos a curto, médio e longo prazo.

Você sabia, por exemplo, que o fluxo de caixa precisa ser incorporado aos processos de gestão?

Exatamente nesse sentido algumas ações serão necessárias, como:

  • Criar centros de custos para o agrupamento de despesas e orçamentos.
  • Determinar os custos do fluxo de caixa da semana, da quinzena, do mês e do ano. Nesse sentido é importante que poucas pessoas tenham acesso ou manipulação quanto a estas movimentações financeiras.
  • Mantenha o livro caixa para o detalhamento de entradas e saídas atualizadas.

Como controlar seus gastos e rendimentos por meio do livro caixa?

Seu consultório médico está registrado junto à Receita Federal do Brasil, e de acordo com a Lei 9.317 acionada desde 1996, atua com o regime tributário do Simples Nacional. Isso quer dizer que o livro caixa é obrigatório. Sendo assim, os lançamentos diários são essenciais para cumprir com a formalidade.

Nele devem constar em ordem cronológica, os pagamentos do consultório de acordo com dia, mês e ano, servindo também como auxílio dos registros contábeis.

De acordo também com a Lei 10.406/2002 Art 1.179 o empresário e a sociedade empresária têm a obrigação de seguir um sistema de contabilidade, seja ele mecanizado ou não. Sendo assim, importante fazer a escrituração dos livros, em correspondência as documentações respectivas, de onde poderão ser levantados o balanço patrimonial, bem como o resultado econômico do negócio.

E você sabe como preencher o livro caixa?

O preenchimento desse livro, necessita de algumas peculiaridades, como:

  • Data.
  • Histórico do evento com informações e descrições.
  • Entradas.
  • Saídas.
  • Saldos.

Segue um exemplo:

Você sabe precificar corretamente seus serviços e atendimentos?

Este é outro tópico de grande importância quanto aos serviços dos seus serviços no consultório.

É muito comum que muitos profissionais acabem cobrando abaixo ou acima do mercado e do poder aquisitivo-alvo da região. Nesse sentido entram vários critérios de análise para ser possível estipular o preço certo e não perder clientes.

Matematicamente falando é necessário que todas as despesas sejam contabilizadas. Nesse caso entram os custos variáveis e os fixos, logo depois contabilize o valor do seu trabalho por hora, analisando os aspectos regionais. Fazendo assim, você poderá chegar ao preço certo.

Conclusão

Como você pode ver, existem muitas perguntas, que você como empreendedor e profissional deve fazer, e nesse sentido, o contador é o especialista que realmente poderá te ajudar com as respostas certas, inclusive do porque você está no prejuízo!

Para sanar suas dúvidas, entre em contato agora mesmo com um contador especializado em contabilidade para clínicas médicas.

 

Nenhum comentário

Postar um comentário