Aprenda como montar uma empresa de confecção

montar uma empresa de confecção

08 jun Aprenda como montar uma empresa de confecção

Ainda que a área da moda tenha seus altos e baixos, muitas pessoas têm o sonho de montar uma empresa de confecção, para começarem sua jornada no mundo do empreendedorismo.

Isto acontece porque esse é, aparentemente, um dos segmentos com uma possibilidade de administração e de criação um pouco mais fáceis do que os demais. Porém, não se engane, já que ele envolve alguns aspectos que precisam de bastante atenção e isso vai além da ação de costura.

Tenha em mente que, como em todo negócio, você precisa buscar muita informação e ter uma dedicação igualmente grande, para montar uma empresa de confecção.

Para que você não caia em armadilhas e fique vulnerável às oscilações do mercado, fizemos este artigo especialmente para você!

Aprenda como montar uma empresa de confecção!

Investimento inicial necessário para montar uma empresa de confecção

O investimento pode ser um pouco alto, mas isso varia também conforme o porte de empresa que você tem em mente.

Se você pretende montar uma empresa de confecção de pequeno porte, na sua casa mesmo, o investimento será menor, porque será envolvido no processo somente a mão de obra, e equipamentos para executar o trabalho, como as máquinas de overloque e costura, por exemplo, pois os demais materiais como tecidos, linhas e botões, serão fornecidos pelas empresas contratantes.

Este modelo de confecção não é um dos mais recomendados, porque assim a produção é mais lenta e você pode acabar perdendo boas oportunidades de encomendas, porém, é muito utilizado por muitas empreendedoras do segmento.

Mas, caso queira e decida optar por montar uma empresa de confecção que seja de médio ou grande porte, o seu investimento inicial será em média de R$ 200 mil. Isso porque o investimento será para equipamentos e materiais de nível industrial.

Legalidade para montar uma empresa de confecção

Um empreendimento de confecção se encaixa no ramo de loja de roupas, realizando vendas diretas, para o comércio varejista de vestuário.

No processo legal, existe o processo de abertura da empresa, obtenção do CNPJ, escolha do nome, definição do tipo societário, confecção do contrato social, registro na Junta Comercial, cadastro na Prefeitura, enquadramento no melhor regime tributário, etc,  e desta maneira, sua empresa poderá iniciar as atividades já emitindo nota fiscal, que é muito importante para a credibilidade de empresas do ramo.

Se você tiver a intenção de criar uma marca própria,ou seja, uma grife, o melhor é que ela também seja registrada.

Mercado para montar uma empresa de confecção

Não existe um só fabricante de roupas que tenha conseguido começar já lá no topo. Por isso, tenha em mente que você deve ir devagar.

É importante que você saiba que o primeiro investimento vem quase sem espera de retorno, afinal, você está criando uma marca de repente e será preciso, antes de qualquer coisa, ter tudo que é necessário para sua montagem e depois repassar as informações de sua marca para os clientes. É depois de todo esse processo que vem o lucro.

Como você está começando no ramo, uma boa dica é que procure se especializar em um segmento da moda, ao invés de já atirar para todos os lados.

Por exemplo, comece confeccionando roupas apenas para crianças, adultos ou adolescentes. Depois defina se vai criar para mulheres, homens ou para os dois. Para definir isso, você terá que elaborar um bom plano de negócios e  uma ótima análise sobre o perfil de cliente que deseja conquistar.

Equipamentos necessários em uma empresa de confecção

Acabamos de falar que você precisa definir os estilos de roupas que deseja confeccionar, conforme análise levantada do seu público-alvo, não é?

Isso também vai te ajudar nesta parte de equipamento, pois o que é preciso varia conforme as peças que você quer confeccionar. Os equipamentos mais básicos que podemos citar são:

  • Máquinas de costura;
  • Mesas especiais de confecção;
  • Máquinas de corte de tecido;
  • Móveis de escritório, como computadores;
  • Máquinas que servem para dar o acabamento às peças.

Viu só? Montar uma empresa de confecção é um processo super legal e bem simples!

Agora é só colocar a mão na massa e contar com o apoio de uma assessoria contábil especializada em contabilidade para empresas de confecção, para que assim, você trilhe uma jornada empreendedora de muito sucesso. Precisa de ajuda? Entre em contato!

Até a próxima!

Nenhum comentário

Postar um comentário