Fisioterapeuta Profissional Liberal – tudo que você precisa saber para se tornar um!

Fisioterapeuta Profissional Liberal

16 jan Fisioterapeuta Profissional Liberal – tudo que você precisa saber para se tornar um!

Hoje, muitos trabalham por conta próprios, principalmente agora, em um período em que o país está enfrentando dificuldades na economia. Com isso, pessoas que ainda não trabalham por conta própria desejam passar para o lado autônomo. Confira tudo o que você precisa saber para ser um fisioterapeuta profissional liberal.

Além disso, é preciso esclarecer algumas coisas, como a diferença entre fisioterapeuta autônomo e fisioterapeuta liberal, que ainda confunde muitas pessoas. Mas, vamos logo ao que interessa.

Fisioterapeuta Profissional Liberal

Antes de qualquer coisa, você precisa saber que um profissional autônomo pode ser qualquer pessoa, e não há nenhum problema em não ter ensino superior ou qualquer outra classificação escolar.

Já o profissional liberal, precisa ter formação técnica ou universitária, e ainda conta com um registro em algum conselho ou ordem profissional, que fica responsável por determinar se ele pode ou não exercer sua profissão.

Com isso, sabemos que um fisioterapeuta é formado em Fisioterapia e está registrado no CREFITO (Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional).

O que preciso para ser um?

Para começar, já que o profissional liberal precisa ter um meio de registrar seu serviço e de receber por ele, é recomendável que utilizar notas fiscais.

Para poder emitir notas fiscais, é preciso fazer um cadastro de profissional liberal na prefeitura do seu município. Às vezes, o registro é feito na própria prefeitura, no entanto, muita gente já consegue fazê-lo online.  Nesse cadastro, você precisa fornecer algumas informações e pagar uma taxa pela inscrição.

Seja autônomo antes de ser liberal

Um conselho para você, que quer ser um fisioterapeuta profissional liberal, é que você só faça seu cadastro para emitir notas fiscais depois de já estar trabalhando há algum tempo na sua área como profissional autônomo.

Isso porque se você já atua dessa forma, provavelmente já está registrado como pessoa jurídica e já emite notas fiscais normalmente. No entanto, esse período de estabelecimento da profissão serve para que você possa evitar possíveis entraves na sua transição de autônomo para liberal.

Conquistar seus clientes

Se você quer ser um fisioterapeuta profissional liberal, precisa saber que não contará com nenhum tipo de serviço que te recomenda, como um convênio, por exemplo. Quando você trabalha por conta própria, sua cartela de clientes é sua responsabilidade.

Isso quer dizer que você precisará investir em seus próprios meios de divulgação do seu trabalho, porque quanto mais clientes você atender, mais sessões oferecerá, e mais dinheiro terá na sua conta no final do mês.

Disponibilidade

Quando você se prontifica a trabalhar como fisioterapeuta profissional liberal, seus horários não são mais seus, eles são dos seus pacientes. Isso quer dizer que você irá trabalhar de acordo com a necessidade deles, e como sua agenda é o que definirá o seu salário no fim do mês, disponibilidade é essencial.

Agora você já tem os primeiros passos para se tornar um fisioterapeuta profissional liberal!

Aproveite e dedique-se!

Em caso de dúvidas, entre em contato com a Marques! Nós podemos te ajudar com tudo que você precisa para estruturar as finanças do seu negócio como fisioterapeuta.

Agora que você já sabe sobre o profissional liberal, que tal descobrir mais sobre o fisioterapeuta autônomo?

Sucesso e até a próxima!

Nenhum comentário

Postar um comentário